Articles Tagged ‘ prefeitura,’

CONFERENCIA MUNICIPAL DA EDUCAÇÃO LOTA CENTRO DE PASTORAL

Pouco mais de 180 pessoas, entre professores, alunos, diretores escolares, representantes da comunidade e autoridades de Poço Fundo lotaram o Centro de Pastoral Monsenhor Afonsinho, na manhã desta terça-feira (7), da Conferência Municipal de Educação. O tema, “A Construção do Sistema Integrado de Educação Pública de Minas Gerais (SIEP/MG) e a implementação dos Planos de Educação”, gerou um bocado de boas discussões e interessantes sugestões para melhoria do Ensino Público no município, no estado e no país.

Antes das palestras e dos debates, alunos do CRAS, de escolas municipais, estaduais e particular, em total integração, fizeram uma abertura cultural, sob comando da professora Débora. O grupo fez uma bela e singela interpretação da música "Caderno", de Toquinho.

A abertura oficial ficou por conta do professor Sérgio Pedini, docente e pesquisador do IFSuldeMinas - Campus Machado. Usando repetidamente a palavra "Democracia" ele enfatizou a importância da participação e integração de todos na luta por uma Educação de qualidade, citando como exemplo os institutos federais, que antes eram escolas com direção centralizadas mas que cresceram a partir do momento em que se promoveu o envolvimento de todos (estudantes, docentes e funcionários em geral) das decisões das instituições. 

A secretária municipal de Educação, Leida Beatriz Araújo, também teceu palavras de incentivo ao envolvimento de toda a comunidade. "Acredito que através de nossas ações articuladas, transparentes, e decisões tomadas aqui, com toda esta democracia, possamos fazer o marco de uma educação social para todos", disse.

Já o Prefeito Renato Oliveira foi o responsável pela palestra introdutória aos debates em grupos. Em sua fala, ele lembrou os cortes e congelamento feitos pelo Governo Federal nos recursos para a Educação, e as mudanças promovidas (especialmente no Ensino Médio) sem que as comunidades fossem ouvidas. Para o prefeito, que também é professor, "a busca por um sistema integrado de Educação em Minas Gerais pode, sim, deixar um legado para as próximas gerações".

Nos grupos de trabalhos, foram estudados e discutidos nove eixos propostos, que incluíam entre os assuntos a avaliação na Educação, participação, democratização do acesso e da permanência, Educação e Diversidade, políticas interssetoriais, formação e remuneração dos profissionais e financiamento. Como resultado, muitas sugestões foram apresentadas, dentre elas a volta da retenção escolar (a popular "repetência"), criação e fortalecimento de grêmios e associações, dentre outras que buscam valorizar a participação popular.

As propostas serão levadas, por cinco representantes gimirinenses (Sirlene Aparecida Pereira de Freitas, Maria Virgínia Bezerra, Adriana Regina da Silva Theodoro, Thiago dos Santos e João Ademir Pereira), para a próxima etapa, a Conferência Territorial, que acontecerá em Varginha no próximo dia 25 de novembro.  

(Veja mais imagens do evento em Poço Fundo na série abaixo)

1.JPG 10.JPG 11.JPG 12.JPG 13.JPG 14.JPG 15.JPG 16.JPG 17.JPG 18.JPG 19.JPG 2.JPG 20.JPG 21.JPG 23.JPG 24.JPG 25.JPG 26.JPG 27.JPG 28.JPG 29.JPG 3.JPG 30.JPG 31.JPG 32.JPG 33.JPG 34.jpg 35.jpg 36.jpg 4.JPG 5.JPG 6.JPG 7.JPG 8.JPG 9.JPG

 

 

POÇO FUNDO É CONTEMPLADA EM AÇÃO DO SERVAS-MG

Uma comitiva formada pelo Prefeito Renato Ferreira de Oliveira, a primeira dama Débora Oliveira e o presidente do Lar Nossa Senhora das Graças João Batista Gonçalves representou Poço Fundo em Três Corações, na manhã desta quinta-feira (30), em um evento de suma importância para os que lutam pela dignidade dos menos favorecidos de Minas Gerais. Com a presença marcante da primeira-dama do estado, Carolina Pimentel, entidades de 40 municípios foram contempladas com doações da Caravana SERVAS (Serviço Voluntário de Assistência Social). Também foi lançado o projeto "Carinho de Mãe", que oferece cursos para gestantes em situação de vulnerabilidade social, com várias áreas de conhecimento e conscientização pela saúde da mulher.

No evento, estavam presentes autoridades como o deputado estadual Ulysses Gomes e a deputada estadual Geisa Teixeira, além do Prefeito de Três Corações Cláudio Cosme Pereira, seu Vice Luiz Vilela Paranaíba, o Presidente da FEMIG Roberto Rodrigues Correia e o Diretor Executivo do Servas, Arthur Maia. Grande número de prefeitos e suas esposas, dentre eles e elas Renato e Débora, fizeram questão de participarem do grande momento.

O material doado será de grande utilidade para as instituições contempladas. No caso de Poço Fundo, o Lar recebeu uma geladeira, duas cadeiras de roda e 200 lãmpadas de led, que servirão para promover um boa economia de energia nas dependências da entidade. "Vem para somar, vem para ajudar. Tudo que nos é dado de bom grado e serve aos nossos internos é motivo de intensos agradecimentos e alegria", disse o presidente João Batista.

Em seu discurso, Carolina afirmou que esta é uma forma que Minas encontrou para continuar a investir nos mais necessitados, mesmo diante da grave crise econômica e institucional que o país vive. "Em nível federal, a resposta que se dá à crise são cortes e mais cortes. Vale lembrar que a Assistência Social sofrerá em 2018, pois nesse programa cruel os recursos cairão em 98% neste setor. Aqui em Minas, pensamos e fazemos diferente. Não vamos cortar nada do que é direcionado aos que mais precisam, continuaremos investindo e resistiremos até o fim", afirmou.

Após a entrega do material aos municípios, as primeiras-damas presentes foram convidadas a participarem de um almoço com Carolina, fechando assim a especial visita à região.

SERVAS - O que é?

O Serviço Voluntário de Assistência Social (SERVAS) é uma associação civil, de direito privado, sem fins econômicos, que tem como objetivo promover e executar ações sociais em Minas Gerais. Desde 2015, está sob a presidência de Carolina Pimentel, que assumiu como lema para a entidade "Ir mais longe para estar mais perto de quem mais precisa". 

Essa é a proposta que desde 2015, sob esta gestão, tem levado um pouco mais de dignidade às pessoas aos necessitados de acolhimento, especialmente com os eventos da Caravana Servas, que já passou por várias cidades de Minas levando doações para entidades, cursos e projetos de sustentabilidade aos recantos do estado.

Fotos: Toninho Rodrigues/DCOM-SDH

20171130_140600.jpg 20171130_140824.jpg 20171130_140846.jpg DSCN7561.JPG DSCN7567.JPG DSCN7568.JPG DSCN7571.JPG DSCN7574.JPG DSCN7578.JPG DSCN7579.JPG DSCN7583.JPG DSCN7589.JPG DSCN7591.JPG DSCN7592.JPG DSCN7596.JPG DSCN7604.JPG DSCN7613.JPG DSCN7621.JPG DSCN7625.JPG DSCN7627.JPG DSCN7629.JPG DSCN7639.JPG DSCN7641.JPG DSCN7643.JPG DSCN7644.JPG DSCN7645.JPG DSCN7646.JPG DSCN7650.JPG DSCN7652.JPG DSCN7653.JPG DSCN7654.JPG IMG-20171130-WA0017.jpg IMG-20171130-WA0018.jpg IMG-20171130-WA0019.jpg IMG-20171130-WA0020.jpg

PONTES REFEITAS NA JACUTINGA E NA CACHOEIRA GRANDE

Condutores de veículos que precisam passar por pontes como a ligação do bairro Jacutinga com o bairro Cláudio e também por um dos setores da estrada Cachoeira Grande já podem respirar aliviados no que se refere à segurança.

PREPARATIVOS PARA O CARNAVAL 2018 EM ANDAMENTO

Reuniram-se nesta sexta-feira (12). no Gabinete do Prefeito Renato Oliveira, representantes das Escolas de Samba de Poço Fundo e da Prefeitura, para tratar de importantes temas relativos à organização do Carnaval 2018. Dentre os assuntos principais, o desfile das agremiações gimirinenses, a segurança do evento e temas relativos ao orçamento deste ano para as atividades.

O prefeito Renato Oliveira deixou bem claro que a festa deste ano contará com a apoio irrestrito às Escolas de Samba, e no que se refere à diversão do público alguns elementos presentes em edições passadas serão suprimidos, por conta do orçamento restrito. "O palco será um pouco menor, mas o som será de ótima qualidade tanto para os desfiles como para a participação popular. Não teremos shows ao vivo neste ano, e pretendemos não fechar o ambiente onde ocorrerão as atividades", disse.

A segurança, no entanto, continua sendo uma grande preocupação, e por isso Renato já antecipou que haverá, sim, uma equipe de seguranças particulares para atuar junto ao público, em consonância com um bom reforço da Policia Militar, já acordado inclusive com os comandantes do 2º Pelotão PM de Poço Fundo e do 64º Batalhão de Policia Militar de Alfenas, tenente Luiz Marinho e Tenente Coronel Márcio Bocher (veja nota no facebook da Prefeitura).

O vereador Glauco Ferreira, membro também da Escola de Samba Império da Vila, fez alguns questionamentos sobre os recursos direcionados à área da cultura local, tendo todas as perguntas respondidas pelo prefeito e pelos secretários Thiago dos Santos (Desenvolvimento Humano), José Marcos Magalhães (Administração) e Vladimir Corrêa (Obras), com explicações claras sobre as diferenças entre receitas estimadas e recursos à disposição para uso. O edil chegou a sugerir que a Câmara pudesse fazer uma reunião extraordinária para direcionar recursos à festa deste ano, mesmo diante da explicação de José Marcos quanto à falta de tempo hábil para uma nova licitação, já que as da festa já estão todas em andamento.

Os representantes das escolas elogiaram a estrutura de edições anteriores, promovidas pela atual administração, e afirmam que não querem perder melhorias conseguidas, como por exemplo o fechamento do ambiente, que torna tudo ainda mais seguro. No entanto, este tema ainda ficou em aberto.

Ao final da reunião, o prefeito comunicou que os repasses financeiros para cada escola em 2018 será no valor de R$ 25 mil, em breve disponíveis para ambas.

O Programa da Festa de Carnaval 2018 em Poço Fundo será divulgado nos próximos dias, pela Secretaria de Desenvolvimento Humano.